Hei rapaz, use o capacete e com ele fique livre de qualquer cacete!

A maioria dos que opinaram  na enquete, (você acha que a exigência da CNH para comprar moto vai realmente diminuir  o número de acidentes?) (58%) acha que é uma medida válida e que vai resultar na diminuição do  número de motociclistas acidentados.


Testo: Nilson Silva
O resultado de nossa última enquete surpreendeu. 
Trata do projeto de lei 3128/12 do Deputado Mandetta, do DEM do Moto Grosso do Sul, que altera o código Brasileiro de Trânsito passando a exigir a Carteira Nacional de Habilitação para aquisição de motocicleta.
A maioria dos que opinaram  na enquete (58%), acha que é uma medida válida e que vai reduzir o número de acidentes envolvendo moto e condutor.
O editor do R2motos no entanto tem outra opinião. Se fosse fácil assim não teríamos menor de idade usando fumo nem consumindo álcool, já que existe a exigência da identidade para que se possa comprar tais produtos. O que dizer então do consumo de drogas ilícitas? Existe legiões de zumbis, notadamente de menores, dominados pelo craque no centro de Brasilia, de Taguatinga e de qualquer outra grande cidade, praticando furtos prostituição, assaltos e outras delitos. O poder público é sempre ineficiente, na fiscalização, acolhimento, tratamento e recuperação.

Por outro lado é fato que existem milhares de trabalhadores incapacitados para o trabalho e não poucos que perderam a vida em consequência de acidente com motocicleta, e a conta está sempre ficando com o Estado. Alguma medida mais eficaz deve ser tomada e sem demora.
Temos certeza que o binômio fiscalização/conscientização é a medida mais eficiente no momento. Os departamentos de trânsito estaduais e municipais Brasil afora arrecadam milhões de reais diariamente oriundos principalmente da aplicação de multas. O Código Brasileiro do trânsito determina que grande percentual desta arrecadação deve ser revertido em campanhas educativas.

Você eleitor e motociclista sabe como estes recursos estão sendo aplicado no seu município? Nem eu!
Para finalizar, vamos deixar claro então que achamos a medida valida pois suscita a discussão  sobre o assunto e pode advir daí medida mais eficaz. E sobre atitude de conscientização eficaz gostaríamos de lembrar de um comercial de TV da moto Honda dos anos 90, que ficou na cabeça de muita gente. Era um filme com Carlinhos Braw, tinha um gingle assim: “Hêi rapaz, use o capacete e com ele fique livre de qualquer cacete” E o refrão: use na cabeça, use na cabeça….

Add Comment

Translate »
Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem