VIAGEM A NATALÂNDIA-MG

Conferimos posse de prefeito no melhor estilo  festa do interior.    Texto e foto: Nilson Silva


Termo de posse

Aproveitei o feriado de 1º de janeiro para atender ao chamado do meu Brother irmão Zé Ribeiro e fomos prestigiar a posse do prefeito de Natalândia, pequena cidade do Noroeste Mineiro, localizada a 580 Km de Belo Horizonte e 250 km de Brasília e 100 km de Unaí, a cidade pólo da região. 

O município de 3.300 habitantes possui uma escola estadual e duas municipais, serviços básicos de saúde e um comércio que chamaríamos de insipiente. A principal atividade econômica é a agricultura, pecuária e agricultura familiar. Como qualquer outra cidade do interior padece com a falta de empregos, que geraria renda e faria a economia girar em uma velocidade maior e reduziria a dependência de repasse da União e do Estado.

Em relação á segurança pública o chefe do executivo local nos confirmou que a cidade estaria andando dentro da normalidade, não fosse tráfico e consumo de drogas, principalmente maconha e cocaína. O combate a esses males não compete exclusivamente á policia e ao prefeito, mas a vários segmentos da sociedade. Ele afirma que pretende implementar trabalho de enfrentamento em parceria com a comunidade
local e outros segmentos que queiram apoiar. 
Povo atento

Uadir Martins, 37 anos, o competente e visionário prefeito empossado, um Sargento da reserva da Polícia Militar de Minas Gerais, tem pela frente como grandes desafios a mudança de mentalidade de seus munícipes para que possa aproveitar o potencial econômico da região, principalmente em relação á agricultura familiar e cooperativa. Outro obstáculo a ser transposto é a questão da água potável e tratamento de esgoto. Pois segundo ele a captação é de poço artesiano, que produz água salobra com pouca potabilidade. 

A solenidade da posse, conduzida sempre pelo vereador mais idoso, foi em grande estilo, numa noite quente, na quadra coberta do principal colégio da cidade. O pessoal do legislativo local também foi empossado. Teve muitos discursos, promessas, como de praxe; muita alegria, descontração, refrigerante, salgadinho, cerveja e até galinha com arroz, no melhor estilo festa do interior. Além de Zé Ribeiro e eu estiveram presentes lá umas 600 pessoas.

Praça Central da cidade
O assessor com a esposa.

Entrevistando ao Prefeito

Dona Cida
Povo feliz

Add Comment