Morre Massimo Tamburini, designer de Ducati, MV Agusta e Bimota

 Ducati 916 e MV Agusta F4 estão entre as criações do italiano. Aos 70 anos, Tamburini sofria de câncer de pulmão.

Publicado no Portal G1.com em 07/04/2013.Morreu, aos 70 anos, o famoso designer de motos Massimo Tamburini, responsável pela criação de importantes modelos de Ducati, MV Agusta, Cagiva e Bimota. A informação foi confirmada pelo presidente da Ducati, Claudio Domenicali, nesta segunda-feira (7), que divulgou nota no Facebook da empresa, chamando Tamburini de “o Mestre”.
Entre as motos icônicas desenvolvidas pelo italiano, estão a Ducati 916 e a MV Agusta F4. Antes, em 1973, Tamburini foi um dos responsáveis pela criação da Bimota, outra importante marca italiana de motocicletas.

“Ele se foi na noite entre sábado e domingo. Todos nós queremos recordá-lo com uma saudação dos motociclistas, entusiastas, o reconhecendo pela grande contribuição que deixou ao nosso mundo”, declarou Domenicali.
A última motocicleta desenvolvida por Tamburini foi a MV Agusta F3 675. Desde novembro de 2013, Tamburini foi diagnosticado com câncer de pulmão, mas a causa da morte não foi divulgada.

“Seu nome vai entrar para a história pelo brilhantismo e perfeccionismo aplicados aos pequenos detalhes”, disse Giovanni Castiglioni, diretor e herdeiro da MV Agusta.
Nascido em Rimini, na Itália, em 1943, Tamburini criou sua primeira motocicleta em 1971, ao customizar uma Mv Agusta 750 Sport. Dois anos mais tarde, se juntou a Valerio Bianchi e Giuseppe Morri para fundar a Bimota.

Em 1985, ele foi para o grupo Cagiva, de Claudio Castiglioni, e começou a trabalhar em modelos Cagiva e também Ducati, outra marca parte do grupo.
Depois da venda da Ducati em 1996, Tamburini continuou na empresa desenvolvendo modelos da MV Agusta até 2008.

Add Comment

Translate »
Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem