Moto Clube Pelotão IDE escolhe Pirenópolis como roteiro inaugural

Na Route 060

A “expedição” contou 7 motos um carro de apoio, 12 adultos e 4 crianças.

Texto: Nilson Silva
No domingo dia 20/07 aconteceu  o primeiro evento do nosso recém-criado Moto clube Pelotão IDE. Decidimos que atividade de estreia  seria uma viagem no estilo bate-e-volta a Pirenópolis, cidade goiana a 130 Km de Brasilia.
A cidade histórica sobre os montes Pirineus foi fundada durante o  Ciclo do Ouro e preserva o casario em estilo colonial, com ruas estreitas calçadas de pedra, igrejas e outras construções preservadas que parecem paradas no tempo. O ouro acabou mas o povo da cidade hoje vive principalmente do turismo. Pirenópolis é repleta de restaurantes, lanchonetes, pousadas, Camping, hotéis Resorts e estações de ecoturismo, já que a região é rica em nascentes, rios e cachoeiras, sem falar nas cavalhadas o principal evento da região.
Voltando aqui para a nossa viagem, nos concentramos a partir das 08 horas na QS 408 em frente a nossa igreja e após muita conversa, fotos oração e briefing nos deslocamos pela BR 060, com a finalidade de tomar café no point Route 60 na chegada de Abadiânia, um “paradouro de motos”, muito bom e muito bem estruturada. Local agradável onde tem-se a oportunidade de fazer um lanche especial e conhecer novos novos amigos, pessoas que gostam de motos.
De lá rumamos para Planalmira, mas sem a presença dos nossos amigos João Guilherme e Barrão do Moto clube Gambé do Cerrado que retornaram a Brasilia.
Em Pirenópolis fizemos como havíamos planejado: Passeio ao Centro Histórico, ao Centro de Atendimento ao Turista, Almoço com comida goiana no Restaurante perto da meia Ponte no Rio das Almas e visita ao Museu Rodas do Tempo, que possui um acervo interessante sobre a história e evolução das bicicletas desde meados do século XVII até nossos dias. E possui também uma grande variedade de Motocicletas triciclos e objetos relacionados, todos do Século XX, com destaque especial para uma Moto Brasileira Amazonas 1600 cc com motor VW de Brasilia refrigerado a ar que circulou por nossas estradas em uma breve existência em meados dos anos 80.
Regressamos pela BR 070 pois julgamos que o trânsito estaria mais calmo e estávamos certo foi um retorno muito tranquilo. Tivemos a presença do nosso Presidente Marcondes com a família, moto e um carro de apoio; do Rondinele com a família, o Bruno com sua moto, o William também de moto, o amigo Mizael de Goiânia também esteve conosco; O autor desse texto também de moto com a esposa na garupa e a presença até metade do percurso dos amigos/irmãos do Gambé do Cerrado, o JG Muxiba e o Barrão. Graças a Deus não houve intercorrências e nos divertimos muito.

Add Comment