Produção de motos no Brasil acumula queda de 5,2% em 2014

Foram montadas 905.117 unidades nos primeiros sete meses do ano. Copa, férias e demanda fraca afetam a produção, segundo a Abraciclo.

Publicado no G1 em 08/08/2014.
As fábricas de motocicletas instaladas no Brasil produziram 5,2% a menos de janeiro a julho deste ano, se comparado ao mesmo período de 2013. De acordo com a associação nacional de fabricantes (Abraciclo), foram montadas 905.117 unidades nos primeiros sete meses do ano, ante 954.618 no ano passado.
A entidade acredita que a queda foi influenciada pela Copa do Mundo e pela antecipação das férias coletivas no Polo Industrial de Manaus. Mas a retração também reflete uma queda na demanda. No varejo, foram emplacadas 838.630 motocicletas de janeiro a julho – uma diferença de -5% em relação a 2013.

O presidente da entidade, Marcos Fermanian, afirmou em nota que a recuperação esperada para a segunda quinzena de julho (após a Copa do Mundo) não ocorreu. A produção subiu 74% frente a junho, mas a média diária de vendas por dia útil ficou em 5.261, praticamente igual à do mês anterior (5.193) e 9,8% menor que o mesmo mês do ano passado (5.834).
“O baixo volume diário de vendas reflete a dificuldade na obtenção de crédito e, de certa forma, o comportamento cauteloso do consumidor diante do cenário macroeconômico”, explicou Fermanian.

As exportações do setor subiram 55,4% em julho, ante o mês imediatamente anterior, com 7.519 motocicletas contra 4.840. No entanto, o número ainda é 21,4% menor que o registrado no mesmo mês de 2013, quando saíram do Brasil 9.566 unidades montadas. No acumulado dos primeiros sete meses do ano, as exportações recuaram 2,5%, de acordo com a Abraciclo.

Add Comment